Núcleo de Prática Jurídica
FACULDADE PROCESSUS

O que é o NPJ ?

Sabendo que a missão relacionada com os alunos é maior do que apenas à formação profissional, a Faculdade Processus conta também com o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ). Ele presta assistência jurídica à comunidade gratuita, realizada por um grupo de professores advogados e alunos que estão cursando a graduação de Direito. Além de ser um serviço que auxilia a população, dá base prática ao conteúdo teórico aprendido em sala pelos alunos, formando assim, profissionais bem preparados.

O Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade Processus estrutura-se com a missão de organizar, desenvolver e supervisionar as atividades práticas e estágios, buscando a consolidação dos desempenhos profissionais desejados indispensáveis ao

</div >

Como funciona.

O primeiro atendimento será agendado pelo (a) Secretario (a) do Núcleo de Prática Jurídica – NPJ, efetuando-se os demais diretamente entre os alunos e orientadores (professores do NPJ) e o assistido, segundo a disponibilidade de seus plantões. O primeiro agendamento pode ser feito pelo telefone (61) 37048185

Os alunos desenvolvem atividades não só referente à advocacia, mas à magistratura, Ministério Público e outras áreas jurídicas, além de atender o público. Entre as tarefas, estão a participação em sessões e audiência, redação de peças processuais, visitas a órgãos judiciários, arbitragens e conciliação. Todas elas orientadas pelo coordenador do Núcleo.

Quais causas o NPJ atende.

Em casos nas áreas da Família, (entre eles ação de alimentos, guarda, Dissolução da união estável, separações e divórcios), Trabalhista, Cíveis, Responsabilidade Civil, Defesa do Consumidor e área Criminal.

As atividades de Prática Jurídica são desenvolvidas com o propósito de disponibilizar gratuitamente à comunidade carente serviços jurídicos de orientação, consultoria e de prática contenciosa

O assistido deverá preencher aos requisitos: Obter renda até 3 salários mínimos, ser residente do DF.

Obs. O patrocínio da ação depende de avaliação do professor-orientador sobre a temática.

 

quem pode se beneficiar.

Os benefícios trazidos à comunidade dizem respeito, principalmente, ao acesso da população carente ao direito e à justiça, além de levar informação sobre casos do cotidiano, como Direito do Consumidor, Direito de Família, etc. Estes são pressupostos de cidadania, constituindo valores elevados à categoria de direitos fundamentais no ordenamento jurídico brasileiro.

 

Pular para a barra de ferramentas